Participantes do BiblioArte LAB convidam escolas para participarem de movimento literário

#Arquivo_2016

A ação Territórios Literários é um movimento de ocupação literária e difusão de livros digitais através de sinalizações urbanas interativas


Usar a literatura como instrumento para ocupar espaços públicos. Falando assim, soa audacioso, no entanto, os criadores do movimento Territórios Literários não se deixam intimidar. Muito pelo contrário: a turma, formada por 13 adolescentes de 13 a 16 anos, tem o entusiasmo da juventude como aliado – sem falar na familiaridade com as tecnologias digitais, que junto com a paixão pela literatura, servirão como trunfo para conquistar novos leitores.


Mas como funciona essa ocupação literária? “Queremos transformar a cidade em uma plataforma de leitura, criando sinalizações urbanas interativas para difundir literatura em formato digital para crianças, jovens e adolescentes através dos celulares, tablets e outros dispositivos. Na prática, estamos selecionando conteúdos literários gratuitos da internet e reunindo-os no site www.territoriosliterarios.net”, explica uma das idealizadoras do projeto, Júlia Cristina, aluno da Escola Municipal DE. Pedro Afonso Junqueira.


O passo seguinte é fazer com que os conteúdos alcancem o público de um jeito diferente: “Para apresentar as obras selecionadas, usamos sinalizações artísticas, como cartazes, acompanhadas de um código gráfico. Ao ser fotografado por um celular, esse código dá acesso aos livros, com opções para leitura online ou para baixar uma cópia”, descreve a estudante Rafaela Rennó. “Já espalhamos as primeiras sinalizações por locais estratégicos de Poços de Caldas e buscamos parcerias com as lojas locais para distribuir nossos cartazes”, complementa.


Leia mais no Blog da Casa da Árvore.

0 visualização0 comentário